UMA TRAJETÓRIA MARCADA PELA COERÊNCIA E PARTICIPAÇÃO

A trajetória política do deputado federal Leonardo Monteiro é motivo de orgulho para todo o Estado de Minas Gerais. Formado em Direito pela Faculdade de Direito do Vale do Rio Doce (Fadivale) de Governador Valadares, é, também, Técnico em Química com Especialização em Meio Ambiente.

A atuação política de Leonardo Monteiro teve origem no movimento sindical, onde iniciou sua militância e participou de importantes lutas em defesa do trabalhador. Ele foi um dos responsáveis pela implantação, em 1978, do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Papel e Celulose (Sinticel). Em 1982 foi eleito presidente do Sindicato, cargo que ocupou até 1985. Ainda nos anos 80, foi fundador da CUT Nacional, Estadual e Regional (Vale do Aço e Vale do Rio Doce), além de um dos diretores da Casa do Trabalhador, em João Monlevade, e da Escola Sindical 7 de Outubro, em Belo Horizonte. Nos anos 90, organizou os sindicatos dos Bancários, Comerciários, Trabalhadores na Alimentação, Gráficos, Saúde, Metalúrgicos e Servidores Públicos Municipais e idealizou a reestruturação do espaço físico da União Operária, em Governador Valadares.

Em 1986 foi um dos líderes e articulou a primeira greve dos trabalhadores na indústria de papel e celulose. Em 1990, vítima de perseguição política ainda no período da ditadura militar, teve contrato de trabalho suspenso, ficando impedido no seu trabalho. Em 2014, o Estado Brasileiro reconheceu a injustiça e o anistiou pelos danos sofridos nos anos de chumbo. Em 1990, como forma de fortalecer o Partido dos Trabalhadores, é testado pela primeira vez nas urnas, em candidatura a deputado federal. Ficou na 3ª suplência, mais uma vez contribuindo para o desenvolvimento do partido como um todo.

Em 1992, motivado pelo Partido dos Trabalhadores e por sindicalistas, Leonardo Monteiro sai candidato a vereador em Governador Valadares, vence as eleições e é reeleito por duas vezes, em 1996 e 2000. Foi um dos vereadores mais atuantes na cidade. Foi secretário e vice-presidente da Câmara Municipal e, em 2000, foi eleito presidente. Implantou projetos como a Câmara Itinerante, Câmara Escolar, Vereador Estudante e o Fórum Permanente Buscando Soluções.
Entre os avanços também estão a implantação do planejamento estratégico, envolvendo todos os servidores da Câmara nas tomadas de decisão, em uma administração democrática e popular. O sucesso diante da direção da Câmara foi primordial na eleição para deputado federal.

Em 2003, assume seu primeiro mandato de Deputado Federal e passou a representar o povo mineiro em Brasília. A luta então passou a englobar todo o Estado, com um mandato popular e participativo, capaz de induzir mudanças sociais. Por meio de projetos apresentados a ministérios e a outros órgãos do Governo Federal, Leonardo Monteiro se empenhou em trazer benefícios para a região dos Vales do Rio Doce, Suaçuí e Guanhães, Jequitinhonha, Mucuri, Vale do Aço e Vertente. São exemplos disso a duplicação e iluminação da BR-116 no trecho urbano de Valadares, articulação e liderança para a duplicação da BR-381 (de Belo Horizonte a Valadares), a instalação dos Institutos Federais de Ciência e Tecnologia (Araçuaí, Pirapora, Almenara, Janaúba e Gov. Valadares), os cursos da Universidade Aberta do Brasil em várias cidades de Minas Gerais, entre outras.

Reeleito em 2006 como deputado federal, deu continuidade na luta por conquistas pelos Vales. Com foco no fortalecimento de programas de inclusão social, atuou em uma agenda legislativa a favor da geração de trabalho e renda, e do fortalecimento da agricultura familiar e camponesa e da preservação do meio ambiente. Uma das prioridades do deputado foi garantir a ampliação e implantação de novas universidades em Minas Gerais. A criação da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFJM); a implantação de um polo da Universidade Aberta do Brasil da Universidade Federal de Viçosa (UFV), em Caratinga; campus da Universidade Federal em Janaúba e Unaí; e o campus da Universidade Federal de Juiz de Fora, em Valadares, são um dos exemplos do trabalho do mandato na educação. Em 2010, Monteiro foi reeleito para o terceiro mandato como deputado federal e a atuação não foi diferente, seguindo a mesma coerência dos mandatos anteriores e em uma trajetória de construção popular de uma Minas Gerais cada vez mais inclusiva.

Já no quarto mandato, em 2016, uma importante vitória: com grande articulação política, tanto no estado, quanto no Congresso Nacional, Leonardo Monteiro foi o grande responsável pela aprovação do projeto de Lei na Câmara dos Deputados, do qual é co-autor, que garante a inclusão de mais de 80 municípios mineiros na área da Sudene, trazendo mais oportunidades e desenvolvimento para o Vale do Rio Doce, já tão sofrido pelas consequências da seca e do desgaste ambiental na região. Com isso, será possibilitado, assim como em estados do Nordeste, benefícios fiscais para garantir investimentos locais, gerando mais emprego e renda. Ações fruto de um mandato verdadeiramente popular, que sempre atuou com coerência em defesa do trabalhador, e do povo mineiro.

Na Câmara dos Deputados, Leonardo Monteiro teve atuação marcante na defesa da democracia e contra os retrocessos, votando contra a agenda do Governo Temer e da sua base aliada que ataca os direitos do povo brasileiro e a soberania nacional. Assim, travou grandes embates com voto CONTRA a Reforma Trabalhista, a Terceirização, a PEC do Teto dos Gastos, o uso do Agrotóxicos, a tentativa de aprovação da Reforma da Previdência, da privatização da Petrobras e Eletrobrás e a entrega do pré-sal para empresas estrangeiras, sacrificando recursos que seriam destinados para saúde e educação. Atualmente, Leonardo Monteiro é presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Correios e integra a Frente Parlamentar em Defesa da Soberania Nacional. Preside também a Frente Parlamentar em defesa da Produção Orgânica e Desenvolvimento da Agroecologia. O deputado integra ainda as Comissões de Legislação Participativa, de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, de Trabalho, de Administração e Serviço Público e de Mudanças Climáticas na Câmara dos Deputados.


O povo feliz de novo (PT/PCdoB/PROS). Do lado do povo (PT/PSB/PR/DC/PCdoB). Juntos com o povo (PT/PSB/PR/DC/PCdoB). Unidos com o povo (PT/PSB/PR).
CNPJ: 31.243.287/0001-04
site desenvolvido por Agência Libre | 2018