Caravana do semiárido contra a fome

A Caravana do Semiárido contra a Fome, liderada pelo movimento social do campo popular e democrático do Semiárido, está cruzando o país para denunciar a destruição do Governo Temer nas políticas públicas de inclusão social e combate à pobreza. A caravana, que hoje passa por Minas Gerais, deve totalizar mais de 4300 km de estrada. O início da trajetória foi em Caetés (PE) e passará ainda por Guararema (SP), Curitiba (PR), finalizando em Brasília (DF), no dia 07 de agosto. Em frente ao Supremo Tribunal Federal, a caravana pretende denunciar os cortes em programas que geram oportunidades aos mais pobres.

Lembrando que o Brasil voltará a figurar no Mapa da Fome da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), do qual já não fazia parte desde o ano de 2014. Segundo a Pesquisa Nacional por Amostragem Domiciliar (PNAD), nos últimos três anos, o país teve um aumento de 6 milhões de brasileiros na situação abaixo da linha de pobreza. Os números apenas enfatizam o desmonte de um país pós-golpe, que além de retirar direitos, está levando milhões de brasileiros a terem direitos humanos mais fundamentais, como comida, negados.

Fotos: Indi Gouveia

 


site desenvolvido por Agência Libre | 2018